• Fanpage
  • TV Dussek
  • Twitter
  • Perfil no Facebook

Eduardo Dussek é show para sua empresa

Eduardo Dussek que está completando 40 anos de carreira, constituída de bons momentos relacionados a história da música popular brasileira. Inesquecíveis passagens por palcos como: o Maracanãzinho, no festival da canção; no palco principal do primeiro Rock in Rio, em 85; 2 meses em cartaz no Canecão, apresentações memoráveis no Circo Voador e na Fundição Progresso; temporada no Anhembi, SP; Projeto Aquarius, com a OSB, na Quinta da Boa Vista; sem contar inúmeras turnês, dentro e fora do Brasil.

Dussek é um artista multifacetado. Além de cantor e compositor, ele carrega um forte lado teatral (trabalha também como ator, autor, diretor e compositor para teatro). Isso faz com que seus shows sejam altamente engraçados, e com outros focos além da música. Especialmente nos shows personalizados para empresas, (criado para satisfazer o mercado de eventos, confraternizações, lançamentos de produtos, convenções, simpósios e congressos de diversas áreas e entrega de prêmios – onde pode atuar também como mestre de cerimônias), ele cria textos, brincadeiras e pequenas performances, sempre a partir dos briefings e informações colhidas numa entrevista que o artista faz com pessoa (as) indicada (as) pela empresa.

A personalização resulta em um roteiro que não fica limitado apenas à exposição de uma sequência de músicas de sua autoria ou com outros parceiros. A partir dessa técnica, ele brinca, conversa com a plateia, conta fatos ligados às canções, à atualidade e às características do evento e da empresa, tudo com um humor inteligente e um tipo particular de deboche refinado. E o mais importante: sempre ressaltando, através das brincadeiras, a filosofia ou mote principal que a empresa deseja destacar no evento.

O espectador vai se inteirando dos temas ao clima de cada canção e de cada citação sobre a empresa, e acaba por se envolver, com muito humor, no motivo do evento, nos fatos, filosofias, produtos e personagens ligados ao tema do acontecimento. E o melhor é que Dussek faz isso com inteligência, com bom gosto e elegância, sem ferir suscetibilidades, respeitando os limites traçados pelos briefings, mas levando todos às gargalhadas, divertindo e aproximando a o grupo que o assiste.

Nesse clima intimista, porem muito feérico, sempre ao piano e acompanhado por um Trio, o cantor faz um show que mescla músicas suas bem conhecidas do público, com novas canções gozadíssimas. Dussek também aposta numa reciclagem de seus maiores sucessos como Nostradamus, Cantando no Banheiro, Doméstica e Rock da Cachorra em releituras atuais, mostrando que a maioria deles continua falando de verdades e preocupações do nosso do dia a dia, com muito humor. Lá pelas tantas, o artista desfia um rápido roteiro de algumas canções românticas que marcaram época e deixaram saudades recentes (Aventura (“luz de velas”) ou Cabelos negros, (ambas do seu repertório), uma interpretação cool de uma pérola de Rita Lee, em recriação inspirada, faz a plateia cantar junto). Também essa pitada de romantismo serve para aproximar as pessoas através da emoção. No final, o publico, via de regra, deixou seu estresse de lado e embarcou numa viagem energizante e festiva com o show-man carioca. Vale conferir!